Valdemiro Santiago de Oliveira  é natural de Cisneiros, distrito de Palma, na Zona da Mata de Minas Gerais, a 400 quilômetros de Belo Horizonte. Estudou até o quinto ano do ensino fundamental.
Aos 16 anos, Santiago converteu-se ao protestantismo neo pentecostal. Foi obreiro, pastor, bispo e membro da cúpula da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).
Autodenominado apóstolo, Santiago nunca se formou em nenhum curso de teologia nem de oratória. Considerado “o mais fulgurante fenômeno religioso do Brasil atualmente”, aproxima-se do povo com um carisma inato que leva a IMPD a um nível impressionante de penetração.

Em umas das pregrações conheceu Franciléia com quem se casou em seguida. Assim como seu marido, a bispa Franciléia nunca fez nenhum curso de teologia ou preparatório para pregar a Palavra de Deus.
Durante o período em que foi bispo da IURD alcançou destaque entre os demais pastores daquela igreja, tendo sido considerado um dos potenciais sucessores do líder e bispo Edir Macedo.
Na Igreja Universal, atuou por 18 anos e se desligou em 1997, depois de um suposto desentendimento com o líder evangélico. Logo após fundou a Igreja Mundial do Poder de Deus, sendo que o pesquisador da área da sociologia da religião, Ricardo Mariano, afirma que as crenças e práticas mágico-religiosas da Mundial são uma cópia da Universal. Sendo que, além de convidar parte da cúpula da IURD, atraiu também dezenas de pastores, prática que foi abandonada, quando membros da Mundial começaram a temer que houvesse pastores da IURD infiltrados entre os pastores da Igreja Mundial do Poder de Deus.
Naufrágio
No dia 21 de maio de 1996, Santiago e mais alguns companheiros saíram de barco para pescar em alto-mar. Quando já se encontravam cerca de três quilômetros da praia, perceberam que o barco estava mais pesado do que o normal. Quando estavam a 20 quilômetros da praia, a água entrava no porão e o barco começou a afundar. Santiago teria distribuído os três coletes salva-vidas entre os seus companheiros, disse para eles que ficassem na bóia do barco que ele nadaria em direção à praia a fim de conseguir ajuda. Dois de seus companheiros que decidiram segui-lo a nado desapareceram nas águas.
Santiago conta que nadou mais de quinze horas com câimbras, dores nos braços, nas pernas, olhos sangrando devido à salinidade do mar, em meio a enormes tubarões e baleias, que nadavam ao seu redor. Várias vezes gritou pelo seu Deus. Seu companheiro que ficara na bóia foi resgatado por um barco pesqueiro.
Santiago afirma que Deus enviou anjos para salvá-lo e que ficou inconsciente por algum tempo e, ao acordar, estava sendo carregado por dois anjos, que no início acreditava serem dois homens. Perguntou-lhes em que língua falavam e eles responderam em qualquer língua que ele soubesse, inclusive, a língua portuguesa. Os anjos aconselharam-no a não falar, apenas descansar, pois estavam ali para ajudá-lo.
Pela rádio e TV
Em agosto de 2008, a igreja e Santiago ganham notoriedade pela imprensa televisiva após fazerem a parceria com o Grupo Bandeirantes, para pregarem na Rede 21 por 22 horas e outras 2 horas produzidas pela rede. Em menos de dois anos, a imagem da igreja e do próprio fundador da igreja passa ser exibidas por outras redes de rádios e TVs brasileiras, além da Rede 21.
Prisão
Em 2003, Santiago foi preso durante uma blitz em Sorocaba. Ele estava levando consigo uma escopeta, duas carabinas e munição. Mais armas e munição foram apreendidas em sua casa. Santiago alegou que as armas são de caça e estavam sendo levadas para um amigo. LEIA MAIS AQUI

Uma resposta »

  1. Dalila Candida Tomaz disse:

    eu achei esta historia muito triste mas deus livrou ele da morte varias vezes porriso devemos louvar o nome do nosso deus que nunca nos abondona

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s